quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Será que vai dar pra casar?

A vida é muito louca mesmo...

Mesmo planejando e pensando positivo muita coisa sai do nosso controle e toma outros rumos nada programados.

Meu casamento está nesta situação meio à deriva no mar dos acontecimentos da minha vida no momento, a mercê das variáveis que poderão impedir a realização do nosso sonho pelo menos no prazo que eu e Diego havíamos programado.

Nossa casa esta na eminência de sair e teremos que dar entrada, e teremos outras despesas adicionais como prestação, condomínio, etc.

Diego não vai receber o prêmio das metas que pensávamos que ele iria receber pro casamento.

Por causa da casa eu aindo não estou trabalhando, ou seja, dinheiro a menos pro casamento e nossas despesas habituais.

Faltam aproximadamente 6 meses pro casório.

Pânico total!

Só avisei pra algumas pessoas importantes de fora pra se programarem e não faltarem ao casamento por isso fico tão preocupada em mudar a data e atrapalhar minhas madrinhas lindas.

Então só me resta aguardar as voltas que a vida vai dar e o prazo de concretização destas variáveis, pois quanto mais demorar menos dinheiro terei.

Torcendo por um final feliz!!!

2 comentários:

Laryssa Martins, jornalista disse...

Amiga linda do meu coração. (como se chama a madrinha do casamento nesse caso, comadre é de batizado né?!?! rs)

Nossas vidas em família foram movimentadas lá no início. Lembra? 1991 ou 92?
kkkkkkk, estamos ficando velhas.
Já naquela época você mostrava essa veia criativa!
Rosa, Shirley e Terezinha eram A parte de nossas vidas que compartilhamos. E tio Laecio, claro...
As rodas dos patins eram nossas asas. E tudo era simples. Simples, simples. As preocupações eram... nada?!?
Hoje, são novas famílias, novas constituições sociais, e de tempos em tempos nos falamos. Lembro sempre.
Lendo seu blog te vi... textos angustiantes, textos libertadores e empolgantes. Gostei!
Você está bem. Fico feliz feliz, compartilho.
Manda um abração pro Diego e diga pra cuidar bem da minha amiga. Vão trabalhar a felicidade!
Taí o seu caminho traçado minha amiga; todas as coisas acontecem quando queremos que aconteçam.
Tenho muuuuitas saudades. A conversa franca é imprescindível. A sua conversa franca é imprescindível. Viva a Tim... kkkkkk
Tô acompanhando por aki então.
E uma nova família nasce!Só faltam os sobrinhos... mas Karlinha já fez isso por nós três, eu acho kkkkkk
bjus, sucesso e não entre em pânico... rs
Laryssa Martins - amiga de infância

Josie... disse...

É amiga seria bom se tudo fosse tão simples assim como nossos sonhos de infância quando combinamos nós três morando num condominio só nosso, uma do lado da outra... Agora só nos resta evoluir...